Mergulhar no mundo do Mandarim

  • 30/03/2016

- Reportagem das turmas de crianças estrangeiras na escola chinesa

A Cultura Chinesa é uma das mais antigas e ricas do mundo, com mais de cinco mil anos. Desde os tempos ancestrais, o Mandarim tem mostrado a sua influência e o seu encanto único. O encanto chines não só deixa os descendentes de Yan e Huang ansiosos e orgulhosos como está também a atrair muitas crianças estrangeiras, desde que a escola chinesa abriu. Dedica-se ao ensino de crianças chinesas e também abriu a porta para as crianças estrangeiras. Levamo-los para o mundo chinês, para que possam ter a mesma oportunidade das crianças chinesas, a oportunidade de mergulhar no mundo do Mandarim. Estas turmas são especializadas no ensino de crianças estrangeiras. As aulas são chamadas “Aprender Mandarim Feliz

Dentre desta turma, o aluno mais pequeno tem só quatro anos, o mais crescido tem apenas nove anos. Mas a paixão pelo mandarim não é inferior aos alunos chineses da mesma idade. Quando entramos na sala de aula, vemos várias crianças a escrever "mão”, "pessoa”, " vaca " e outros caracteres no quadro. Elas já conseguem escrever, ler e também dizer algum vocabulário em mandarim. Esta aula ecoou ao longo do tempo na sala, com os risos dos alunos. Olhando para os rostos sorridentes das crianças, experienciamos o verdadeiro significado da “Aprender Mandarim Feliz”.

Enquanto falamos, as crianças batem palmas e cantam a música "zhao peng you"«Procurar o Amigo» e "shi ge ying di an ren" «Dez Indianos».

Como o tempo voa, assim que a professora acaba de explicar os TPC’s, a campainha da escola toca. As crianças alinham-se para saírem da sala de aula. Segurando as mãos dos pais e virando-se para trás, acenando com mão em direção a professora, dizem “adeus”. Após a aula, a professora e nós conversamos sobre o Ensino Chinês; “Aprender chinês pode ser vantajoso para o futuro das crianças.” diz a professora. Atualmente existem cada vez mais crianças a aprender mandarim. Com paciência, aprender bem chinês não é um sonho! Muitos pais estrangeiros querem que os seus filhos aprendam mandarim para que no futuro possam encontrar empregos melhores com a vantagem de saberem mandarim. Na turma uma criança ucraniana chamada Vladimir gosta muito de aprender mandarim e tem uma pronúncia muito melhor relativamento aos outros alunos da mesma turma. Eles precisam de mais tempo para se dedicarem ao estudo. Esperamos ter mais pais, não chineses, mas também estrangeiros que apostem nos seus filhos para aprender mandarim. Com dedicação e aprendizagem contínua vão conseguir dominar esta língua fascinante.

 

Pequenos Jornalistas de Escola Chinesa de Lisboa:

 

Março 2016